O rápido sorteio do lápis por muitos médicos para distribuir prescrições de antibióticos sem motivo ou com qualquer ligação com a doença está mostrando sua cabeça feia. O uso excessivo e indevido de antibióticos atingiu o estágio de assassino e não é mais uma cura ou prevenção.

Você sabia?

Devido a esta utilização excessiva de antibióticos químicos, o nosso organismo deixa de produzir os seus próprios antibióticos naturais quando os queremos desesperadamente. Num futuro não tão distante, uma simples doença ou raspagem pode matá-lo ou um torna-se impossível devido aos superbugs resistentes aos antibióticos. Quem é o responsável por esta resistência aos superbugs? A primeira culpa deve ir para as empresas farmacêuticas e outra para os médicos; os pacientes também não são totalmente irrepreensíveis.

O título antibióticos passou a ser uma palavra tão usada no care profession some years back and each one hopped on to the band wagon liberally of its effects. For the smallest distress people would visit the doctor and request antibiotics and a lot of the physicians agreed, merely to maintain the patient happy and the money rolling in. There for the duty to stop the cost of the super-immune germs does not lie with the physician or pharmaceutical firms but with the average person on the street.

Vamos ver...

Temos de prevenir o trap since our reliance on it’s become deadly. Say no and resist antibiotics! There are too many unimpressive records concerning the overuse of antibiotics and there for ruining your own natural immunity in our body. We have reached this stage based on some data in 2008 which a lot of people die every year from hospital – acquired MRSA (multi-resistant staphylococcus aureas) infections. Less than two years ago the World Health Organization issued an ominous warning to act now or risk losing this miracle medication forever; it’s hardly a miracle medication any longer.

Números publicados pela União Europeia - 25.000 pessoas morrem anualmente devido à resistência aos antibióticos. Em muitas doenças, os antibióticos terão um impacto zero no combate a qualquer doença. Sintomas como o ouvido médio, garganta e infecções do tracto respiratório, constipações e gripe são vírus; isto implica que os antibióticos não terão qualquer efeito ou utilização para lidar com eles o que quer que seja. É mais importante lidar com os sinais e o nível de conforto do modo orgânico do que tentar curar uma doença que automaticamente seguirá o seu curso e se resolverá por si mesma. Cabe-nos a nós construir a nossa própria defesa antibiótica!

Conclusão

has given our body its own defence. All we must do is to keep it active and strong. We’re really a part of nature, but in utilizing traditional medicine we treat nature as our enemy and are ruining our own antibiotic immune defence. To safeguard your que o seu corpo produz antioxidantes para neutralizar os radicais livres. Devemos usar apenas ingredientes que sejam orgânicos e naturais. O seu corpo irá informá-lo quando o sistema imunológico não estiver totalmente funcional. Isto é quando o que estás a fazer torna-se questionável. O sistema imunitário de defesa do corpo é vulnerável contra qualquer perigo e os radicais livres ganham controlo.